Dr Guilherme Targino

Atenção à todos os detalhes

Acolhimento da primeira à última consulta.

Lifting de Face

Lifting de Face

Com o passar do tempo o rosto começa a apresentar sinais de envelhecimento, flacidez, rugas e linhas de expressão.  Existem diversas opções de tratamentos estéticos utilizados para combater os efeitos do tempo no rosto.

O surgimento da flacidez na região da face está relacionado, principalmente, à queda na produção de colágeno, que é responsável por garantir a firmeza, sustentação e elasticidade da pele humana. Com o tempo o organismo diminui a produção de ácido hialurônico, responsável por deixar a pele jovem, hidratada e com aspecto harmônico.

Com o avanço da idade, o organismo começa a diminuir a produção dessas substâncias e, por isso, a flacidez e os sinais do envelhecimento da pele se tornam mais aparentes.

É possível prevenir os sinais do tempo introduzindo hábitos saudáveis como uma dieta equilibrada, exercícios físicos e evitar excessos de substâncias como bebida alcoólica e cigarro.

Entretanto, mesmo se cuidando e mantendo hábitos saudáveis, ainda assim é difícil evitar os efeitos do tempo, principalmente do rosto. Por isso, muitos pacientes têm procurado pela técnica de Facelift (Ritidoplastia).

O que é Facelift (Ritidoplastia)

A Facelift (Ritidoplastia) é uma cirurgia plástica com o objetivo de combater ou neutralizar os efeitos negativos do tempo no rosto humano. Trata-se de um procedimento de rejuvenescimento facial e redução de sintomas como flacidez, rugas e linhas de expressão.

Durante a Ritidoplastia, também conhecida como Facelift ocorre a remoção da pele seca e rugas da região da face, devolvendo o aspecto mais jovem da pele.

O procedimento não promove apenas a eliminação das rugas, mas também é utilizado para o combate de toda a flacidez da região, melhorando o aspecto das linhas de expressão mais acentuadas. É possível remover, por exemplo, rugas finas e marcas no rosto através desse procedimento.

Embora o foco principal da Facelift (Ritidoplastia) seja a área da face, a cirurgia também pode incluir outras regiões próximas como fronte (testa), bochecha, porção intermediária da face, mandíbula e pescoço.

A cirurgia pode ser realizada isoladamente ou em conjunto com outros processos complementares como a Blefaroplastia. Desse modo, os resultados são potencializados e o paciente consegue um melhor resultado. Esse tipo de procedimento não só melhora a aparência dos pacientes, mas também eleva a autoestima e devolve a confiança. Para pacientes na terceira ideia isso é muito importante. Não se trata apenas de vaidade, mas sim de qualidade de vida.

Com o tempo e com as transformações que ele provoca no corpo, as pessoas se sentem menos confortáveis na sua pele e isso afeta a sua vida. Nem todas sabem lidar com isso e podem muitas vezes desenvolver quadros de depressão.

Para que serve a cirurgia de Facelift (Ritidoplastia)

  • Renovação da pele;
  • Combate ao envelhecimento;
  • Redução de marcas e linhas de expressão;
  • Combate a flacidez;
  • Diminuição das rugas;
  • Promove o levantamento da pele do rosto e de toda a região;
  • Restauração da pele;
  • Melhorar aspectos da pálpebra;

Quais as principais técnicas disponíveis

  • Lifting tradicional: a incisão é maior e abrange uma maior região da face. A gordura retirada pode ser distribuída em outras regiões como a papada e o pescoço. O tecido subjacente é elevado para garantir melhor sustentação na face;
  • Lifting com incisão limitada: é realizada com incisões menores na região temporal;
  • Lifting de pescoço: a incisão se inicia na frente orelha e se encerra na parte inferior do corpo cabeludo;

O que é preciso considerar antes de se submeter a cirurgia

Qualquer procedimento cirúrgico bem-sucedido é a junção de um bom entendimento entre paciente e cirurgião plástico. O profissional deve também informar como funciona a cirurgia, além de também solicitar exames complementares para saber como está a saúde do paciente e se ele está apto a realizar a cirurgia.

Para ser um candidato a realizar a cirurgia de Facelift (Ritidoplastia) é preciso apresentar boa saúde e entender todas as características do procedimento e até que ponto ele vai suprir as necessidades de desejos dos pacientes. É preciso compreender as limitações do facelift.

Cabe ao cirurgião avaliar as condições psicológicas do paciente e seus anseios quanto aos resultados do procedimento. Desse modo, o médico vai saber se o paciente está realmente decidido e pronto a realizar a cirurgia Facelift (Ritidoplastia).

Nessa etapa também acontece as recomendações que devem ser cumpridas pelo paciente antes de realizar a cirurgia como interrupção do uso de bebida alcoólica, interrupção do uso de cigarro antes da cirurgia, entre outros. Algumas informações como complexidade de cada cirurgia, tipo de anestesia que o paciente vai ser submetido, internação, repouso, restrições no cotidiano durante o período de recuperação e cuidados gerais são básicas e precisam ser ditas ao paciente.

Cada paciente reage de uma maneira ao procedimento e os resultados são diferentes de pessoa para pessoa. O grau de rejuvenescimento depende muito do estado geral da face, qualidade da pele e dos objetivos da cirurgia. O objetivo do procedimento é sempre melhorar a aparência geral do rosto, rejuvenescendo a face e devolvendo o aspecto jovial. A cirurgia é recomendada para quem deseja melhorar sua autoestima e aumentar a qualidade de vida.

Como escolher o melhor profissional

Antes de se preparar para a cirurgia plástica é importante que o paciente escolha sempre o melhor cirurgião plástico, pois assim as chances de o procedimento ser bem sucedido são maiores. Os hospitais e clínicas precisam oferecer ao paciente toda estrutura necessária para esse tipo de operação.

Um cirurgião experiente qualificado para realizar a Facelift (Ritidoplastia) vai esclarecer os principais riscos que a cirurgia oferece. No caso da Ritidoplastia, os riscos apresentados são pequenos. O procedimento é considerado simples e não interfere drasticamente na vida do paciente. Mesmo assim, é preciso que o cirurgião seja totalmente transparente com seus pacientes.

É importante também ouvir outros pacientes que já tenham passado pela mesma cirurgia. Ele poderá compartilhar a sua experiência e qual médico é o melhor para realizar esse procedimento. Vale a pena reservar um tempo para checar redes sociais para saber o que as pessoas estão dizendo sobre determinados médicos e clínicas.

Cirurgião membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP)

É importante ressaltar que a Facelift (Ritidoplastia) deve ser realizada por um cirurgião plástico, membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP). O paciente precisa saber disso antes de se submeter ao procedimento.

Os pacientes devem pesquisar e apenas realizar cirurgias com médicos aptos para esse tipo de procedimento. É aconselhável ouvir a opinião de outros pacientes que já realizaram esse procedimento e buscar médicos com boa reputação.

Cabe ao paciente se informar e realizar o procedimento com um profissional qualificado. Isso vai interferir no sucesso do procedimento e na melhor cicatrização.

Até que idade é possível realizar o procedimento?

A cirurgia de Facelift (Ritidoplastia) pode ser realizada em pacientes com idade avançada, desde que eles apresentem condições de saúde para isso. Pacientes com mais de 80 anos já realizaram o procedimento.

É importante lembrar que a cirurgia não retarda o envelhecimento. O procedimento atua com uma forma de estabelecer o rejuvenescimento facial. O paciente vai ficar com aspecto de mais jovem e com uma aparência menos cansada.

Em alguns casos, quando a cirurgia é realizada por um bom profissional, o paciente consegue rejuvenescer por 10 anos. Pré-operatório da Facelift (Ritidoplastia)

O procedimento de facelift ajuda o paciente a uma face mais harmônica, assim, ele melhorar a autoestima e confiança do paciente, mas é preciso seguir algumas recomendações médicas antes de se submeter ao procedimento, tais como:

  • Lavar o cabelo um dia antes da cirurgia;
  • Homens devem fazer a barba;
  • Deve-se estar em jejum de no mínimo 12 horas;
  • Evitar bebidas alcoólicas;
  • Não se automedicar. O paciente deve apenas utilizar a medicação recomendada pelo médico;
  • Parar de fumar;
  • O paciente deve comparecer ao local com vestimenta leve.

Como é o processo de recuperação do paciente após a cirurgia

Após realizar o Facelift (Ritidoplastia), o paciente deve descansar e manter o curativo no rosto por um tempo. O curativo só pode ser retirado por membros da equipe do cirurgião. Em seguida, deve-se fazer compressas de água fria na região com gaze e soro fisiológico.

O paciente deve fazer uso de toda a medicação prescrita pelo médico. Além de:

  • Evitar contato com excesso de luz solar;
  • Não realizar qualquer tipo de exercício físico;
  • Evitar movimentos com o rosto;
  • Não dirigir;
  • Evitar maquiagem após o procedimento. Apenas voltar a se maquiar quando o cirurgião autorizar;
  • Não tomar medicamentos por conta própria. O paciente deve apenas fazer uso das medicações prescritas pelo médico que podem incluir analgésicos, anti-inflamatórios e antibióticos;
  • Dormir de barriga para cima;
  • Pintar os cabelos apenas 4 semanas após a cirurgia;
  • Os cabelos só podem ser lavados com xampu e condicionador após a retirada dos curativos;
  • Realizar massagens que vão ajudar na recuperação da cirurgia.

Eu e você juntos na jornada pela realização do seu sonho

whatsapp Agende sua Avaliação
whatsApp Posso Ajudar?