Dr Guilherme Targino

Atenção à todos os detalhes

Acolhimento da primeira à última consulta.

Abdominoplastia

Abdominoplastia

A maioria das pessoas sonha em ter um abdômen definido. Muitos se questionam como conseguir modelar a barriga para ficar com um abdômen definido.

Para conquistar uma barriga tanquinho é preciso adquirir um estilo de vida saudável, equilibrando dieta e exercício. Isso implica em mudar um estilo de vida sedentário e abandonar antigos hábitos. É preciso muita força de vontade, persistência e determinação.

Nem sempre é fácil mudar de vida e alcançar as mudanças desejadas no corpo. Para alcançar esse objetivo, é necessário cuidar da alimentação com uma dieta equilibrada rica em proteínas magras, gorduras saudáveis e carboidratos complexos, de lenta digestão (arroz integral, feijão, batata doce).

Com a reeducação alimentar é fundamental para reduzir bastante a gordura corporal. A alimentação é uma grande aliada na conquista de uma barriga tanquinho.

Além disso, é importante a iniciação de atividades físicas. Os exercícios ajudam a queimar bastante gordura para ter uma barriga tanquinho. Os exercícios aeróbicos de alta intensidade são muito eficientes para quem quer perder peso rápido e conquistar a tão sonhada barriga sequinha.

Para quem já é adepto da corrida, treinos intervalados são excelentes escolhas para aumentar a frequência cardíaca e com isso eliminar peso.

Quem prefere começar em um ritmo menos intenso, a caminhada pode ser uma grande aliada. É possível começar de maneira menos intensa e ir aumentando a intensidade com o tempo. Mesmo introduzindo uma dieta equilibrada e a prática de exercícios físicos, algumas pessoas ainda contam com o recurso da cirurgia plástica.

A Abdominoplastia é uma cirurgia muito procurada por pessoas que desejam ter uma barriga tanquinho. Através desse procedimento o cirurgião vai realizar a retirada do excesso de pele, gordura localizada e recuperar a firmeza dos músculos da região abdominal.

Esse procedimento também é indicado para quem deseja remover as estrias localizadas na região da barriga, pois através da abdominoplastia ocorre a remoção de pele.

Como funciona a cirurgia de Abdominoplastia

O cirurgião plástico habilitado a realizar esse tipo de procedimento vai avaliar o abdômen do paciente com o objetivo de avaliar a quantidade e a localização dos acúmulos de gordura, excesso de pele na região ou diástase dos músculos do abdômen.

A abdominoplastia é um procedimento indicado para pessoas com sobrepeso. A cirurgia serve para modelar o corpo. Através da retirada da gordura localizada, o paciente vai poder reduzir o acúmulo de gordura na região da barriga. É necessário se cuidar para que a gordura retirada não retorne.

Normalmente, a abdominoplastia requer duas incisões. A primeira é horizontal e ocorre na região acima dos pelos pubianos que se estende até próximo dos quadris, levemente curvada para cima. O tamanho do corte e a forma podem variar de acordo com a quantidade de pele a ser removida. O cirurgião realiza uma marcação em elipse, em que a primeira incisão se faz na parte inferior. Não tem incisão vertical. De acordo com a elipse marcada é que se faz a retirada da pele.

A segunda incisão é feita na vertical e se encerra ao redor do umbigo, região onde os excessos de pele da parte superior do abdômen são separados das partes profundas. Aqui se faz um descolamento subcutâneo expondo parte da musculatura do reto abdominal. Nessa etapa da cirurgia os músculos abdominais são pressionados para que se tornem mais rígidos, o que irá proporcionar uma barriga mais plana e uma cintura mais definida.

A pele em excesso da região do abdômen é esticada para baixo para que seja removida e é feito um orifício para colocar o umbigo em sua posição de origem.

A gordura retirada da região do abdômen pode ser aplicada em outras regiões do corpo. Os cirurgiões usam a gordura retirada na abdominoplastia para corrigir irregularidades do corpo.

Após a cirurgia, ocorre a introdução de drenos de aspiração no abdômen, para evitar o acúmulo de líquidos na região abdominal. Esses drenos são inseridos na parte inferior da barriga, próximo ao púbis e ajudam que a cicatriz seja disfarçada entre os pelos pubianos. Nem sempre se faz necessário o uso desse artifício para esconder as cicatrizes.

Normalmente o dreno é retirado no dia seguinte após a cirurgia ou eles podem ir para a casa com os drenos, que são de simples manuseio. Os drenos só causam incômodo no momento da retirada.

Feito isso, as incisões da cirurgia de abdominoplastia podem ser completamente fechadas, resultando em uma única sutura na linha da região púbica e uma dentro do umbigo. Em seguida, são colocados os curativos e bandagens.

Em relação a anestesia, em geral, os médicos utilizam a anestesia raqui ou peridural com sedação e não é necessário mais de um dia de internação no hospital.

O tempo de duração da cirurgia de abdominoplastia pode variar de acordo com cada paciente, mas a maioria dos procedimentos dura em média entre uma a três horas.

O tempo varia conforme o quadro de cada paciente, quantidade de tecido a ser removido e se os pacientes optaram pela realização da abdominoplastia em conjunto com a lipoaspiração.

Pós-operatório da cirurgia de Abdominoplastia

O pós-operatório da abdominoplastia é fundamental para a recuperação do paciente. Ele deve cumprir à risca as recomendações médicas. Durante os primeiros 10 dias exige repouso absoluto e a recuperação total demora cerca de 2 meses.

Em alguns casos, algumas pessoas fazem abdominoplastia e lipoaspiração ao mesmo tempo, nesse caso, a recuperação acontece de forma mais demorada.

Depois da cirurgia o paciente ficar internado por cerca de 2 a 4 dias e vai precisar utilizar alguns instrumentos que vão lhe ajudar na recuperação. São eles: dreno, cinta e meias.

Os drenos são usados para fazer drenagem do sangue e líquidos acumulados no local da cirurgia e é geralmente removido antes da alta. Em alguns casos, o paciente recebe alta e pode ir para casa com o dreno. Nesse caso, o paciente precisa ter alguns cuidados com o dreno.

A cinta modeladora serve para proteger a barriga e evitar o acúmulo de líquido. O paciente deve utilizar a cinta durante uma semana sem retirar. As meias de compressão têm a função de evitar a formação de coágulos. O paciente só pode retirá-las durante o banho. 

Após cumprir todos os procedimentos, o paciente recebe alta da clínica e vai poder retomar as atividades do dia-a-dia de forma lenta e gradual conforme apresenta melhora. A recuperação acontece aos poucos. O paciente pode retomar a sua rotina desde que não sinta dor ou incômodo.

É preciso ter alguns cuidados na hora de dormir. O paciente vai ter de dormir de barriga para cima, recostado e com as pernas dobradas, evitando dormir de lado ou de barriga para baixo, para não pressionar o abdômen nem machucar a cicatriz.

É preciso também andar com o tronco curvado e não retirar a cinta até ordens médicas. Dessa forma, se evita possíveis complicações como abertura dos pontos ou infecção.

Após a realização da cirurgia de abdominoplastia é normal sentir dor na barriga e nas costas, pois o paciente acaba passando alguns dias sempre deitado na mesma posição.

Para aliviar a dor do abdômen, o paciente pode fazer uso de medicação prescrita pelo médico, como Paracetamol, cumprindo as quantidades e horas indicadas. Ao evacuar a dor pode aumentar e, por isso, para que as idas ao banheiro não sejam tão dolorosas, pode-se tomar suplementos à base de fibras.

Além disso, para tratar as fortes dores nas costas, o paciente pode fazer sessões de fisioterapia ou apenas pedir a um familiar que faça leve massagem com um creme relaxante na região com dor. É aconselhável também colocar panos de água quente para diminuir a tensão.

Profissional habilitado a realizar a cirurgia de Abdominoplastia

Esse procedimento deve ser feito por um cirurgião plástico, membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP). A escolha de um bom cirurgião plástico é fundamental. Um bom profissional deve perguntar sobre as expectativas de cada paciente antes da realização da cirurgia plástica.

Os pacientes devem pesquisar e apenas realizar cirurgias com médicos aptos para esse tipo de procedimento. É aconselhável ouvir a opinião de outros pacientes que já realizaram esse procedimento e buscar médicos com boa reputação.

Cada cirurgião deve dar informações aos seus pacientes sobre o procedimento cirúrgico, quais os riscos de cada cirurgia, tipo de anestesia que o paciente vai ser submetido, internação, repouso, restrições no cotidiano durante o período de recuperação e cuidados gerais. O paciente precisa estar confiante e seguro antes de realizar o procedimento.

É importante checar se o médico responsável pelo procedimento tem cadastro ativo no Conselho Regional de Medicina da região em que atua e se, de fato, é habilitado em cirurgia plástica. Além disso, é recomendado pesquisar no site da SBCP se o profissional é filiado à entidade.

Eu e você juntos na jornada pela realização do seu sonho

whatsapp Agende sua Avaliação
whatsApp Posso Ajudar?